Presidente recebido

Em Tóquio, presidente da CBJ é recebido por presidentes da Federação Internacional de Judô e do Instituto Kodokan

662.V

CBJ
Silvio Acácio Borges reuniu-se com Marius Vizer e Haruki Uemura na ocasião do Campeonato Mundial de Judô, no Japão

Silvio Acácio Borges reuniu-se com Marius Vizer e Haruki Uemura na ocasião do Campeonato Mundial de Judô, no Japão

O presidente da Confederação Brasileira de Judô, Silvio Acácio Borges, acompanhou a delegação brasileira em Tóquio na última semana na disputa do Campeonato Mundial, no qual o Brasil conquistou três medalhas de bronze, com Rafaela Silva (57kg), Mayra Aguiar (78kg) e a Equipe Mista.

Além de acompanhar a competição, Silvio Acácio cumpriu uma extensa agenda de compromissos institucionais na capital japonesa, reunindo-se com autoridades como o presidente da Federação Internacional de Judô, Marius Vizer, e com o presidente do Instituo Kodokan, Haruki Uemura, as maiores autoridades do judô mundial.

O encontro com Vizer foi de alinhamento dos detalhes relativos à realização do Grand Slam de Brasília, que acontecerá nos dias 06, 07 e 08 de outubro na capital federal.

Com Uemura, o objetivo era dialogar sobre possíveis parcerias para intercâmbios técnicos entre o Brasil e o Japão, além de conhecer melhor o projeto Kodomo no Kata, iniciativa do Kodokan lançada durante o Mundial cuja finalidade é trabalhar o Kata para crianças.

"Saímos muito satisfeitos e honrados pela recepção. Foram visitas de cortesia às autoridades da FIJ e do Instituto Kodokan com as quais buscamos fortalecer ainda mais nossos laços institucionais", disse Silvio Acácio.

Como forma de reconhecimento ao trabalho realizado pelo Brasil no desenvolvimento do Judô, o dirigente brasileiro foi um dos convidados ilustres da FIJ na cerimônia de premiação às medalhistas da categoria meio-pesado (78kg), tendo a oportunidade de premiar pessoalmente a judoca brasileira Mayra Aguiar, que conquistou o bronze em Tóquio, sua sexta medalha em Campeonatos Mundiais.

Programa de Intercâmbio Brasil - Japão cada vez mais consolidado

Além da agenda no Mundial, as autoridades da CBJ também aproveitaram a passagem por Tóquio para consolidar ainda mais a parceria com o governo japonês na promoção do intercâmbio técnico de professores brasileiros por meio do programa Sport For Tomorrow.

Neste sentido, o presidente da CBJ, ao lado do gestor nacional de Eventos da Confederação, Matheus Theotônio, e do presidente da Federação Paranaense de Judô, Luiz Iwashita, foram recebidos pelo diplomata brasileiro Eduardo Paes Saboia na Embaixada do Brasil no Japão, além de visitarem a Universidade de Tsukuba, a Escola Toingakuen, o Asahi Dojô e a Agêncio do Esporte do Governo Japonês.

"Além da continuidade do programa de intercâmbio, abordamos também com o professor Okada, da Universidade de Tsukuba, a viabilidade de trazermos para o Brasil uma clínica de judô abrangendo todas as Federações Estaduais", contou Silvio Acácio.

Desde 2016, o Brasil e o Japão mantêm uma parceria para a troca de experiências esportivas e de organização dos Jogos Olímpicos. Uma das iniciativas, assinada durante o Fórum Mundial de Cultura e Esporte, teve como objetivo o envio de professores brasileiros de judô para treinamento no Japão, a fim de conhecerem a forma de ensino da modalidade em escolas públicas e replicarem o modelo no Brasil.

Ao todo, 15 profissionais brasileiros já passaram pelo curso em parceria com a Universidade Tsukuba e uma nova turma formada por 10 professores participará da edição deste ano agora nos meses de setembro e outubro.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias