Ajustes finais

Concentrada em Hamamatsu, seleção de judô faz ajustes finais para o Grand Slam de Osaka

586.V

CBJ
Equipe brasileira treinou com judocas da academia de polícia de Shizuoka antes da disputa do último Grand Slam de 2019

Equipe brasileira treinou com judocas da academia de polícia de Shizuoka antes da disputa do último Grand Slam de 2019

A seleção brasileira de judô desembarcou no Japão, no início desta semana, para a fase final de preparação visando às disputas do Grand Slam de Osaka, que acontece no período de 22 a 24 de novembro. Como tem acontecido ao longo deste ciclo olímpico, a aclimatação dos judocas em terras japonesas foi na cidade de Hamamatsu, que será a base do Judô brasileiro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano que vem.

"Agradecemos o empenho da cidade de Hamamatsu em deixar tudo preparado para a gente. Foi ótimo poder treinar nesse ambiente acolhedor", elogiou o peso leve Eduardo Katsuhiro Barbosa (73kg), que já morou em Hamamatsu quando criança.

Além da estrutura de ginásio, hotel, transporte e alimentação adaptada, os japoneses contribuíram também diretamente no dojô, trazendo a equipe de judô da academia de polícia da Província de Shizuoka para fortalecer os treinos da seleção.

Após o treinamento de campo em Hamamatsu, os brasileiros seguirão para Osaka nesta quarta-feira, 20, véspera do sorteio e do primeiro dia de pesagem do Grand Slam. As lutas começam na madrugada de quinta para sexta-feira, com Eric Takabatake (60kg), Renan Torres (60kg), Charles Chibana (66kg), Gabriela Chibana (48kg), Larissa Pimenta (52kg) e Sarah Menezes (52kg).

A campeã olímpica de Londres 2012 é a maior medalhista do Brasil em Grand Slam no Japão, com quatro bronzes conquistados, todos no 48kg, e retorna às competições internacionais após passar por cirugia no músculo peitoral esquerdo.

O segundo dia terá Maria Portela (70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), Victor Penalber (81kg) e o medalhista olímpico Leandro Guilheiro (81kg) no tatame da Maruzen Intec Arena.

Para fechar, o Brasil vai ao tatame na madrugada de sábado para domingo com Mayra Aguiar (78kg), Beatriz Souza (+78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg) e Rafael Silva Baby (+100kg).

A Federação Internacional de Judô transmitirá as lutas ao vivo para o Brasil pelo portal live.ijf.org. Os horários de início serão informados no sorteio das chaves, na quinta. As finais serão a partir das 17h (horário local), 5h da manhã no horário de Brasília.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias