I Encontro Nacional de Arbitragem

Gérson Paulino é condecorado como árbitro FIJ A durante I Encontro Nacional de Arbitragem

1035.V

Divulgação
Evento organizado pela CBJ em Balneário Camboriú (SC) contou com mais de 160 árbitros de todo o país, dentre eles 12 representantes do Time Judô Rio

Evento organizado pela CBJ em Balneário Camboriú (SC) contou com mais de 160 árbitros de todo o país, dentre eles 12 representantes do Time Judô Rio

A cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, recebeu, nesta sexta-feira (29), a primeira edição do Encontro Nacional de Arbitragem CBJ. No evento, 163 árbitros estiveram na Câmara de Vereadores local, reunidos pela Confederação Brasileira de Judô. Entre os presentes, 12 árbitros filiados à Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro.

Um dos representantes do Rio de Janeiro, aliás, viveu momentos especiais: Gérson Paulino foi declarado árbitro FIJ A e, desta forma, alcançou a mais alta graduação da arbitragem internacional.

Além de Gérson Paulino, também esteve lá Jeferson Vieira, superintendente da FJERJ e a árbitro internacional, bem como Marcelo Colonna. Bruna Neves, Edimilson Jinkings, Fabrício de Freitas, Glaudson Azevedo, Julio Cezar Lapa, Leonardo Troyack, Marco Alberto Souza, Marcos Uilson Almeida e Paulo Vicente Silva foram os outros representantes do Time Judô Rio no encontro.

“Esta é uma ação inédita, onde todos os diretores estaduais de arbitragem estavam presentes e onde pudemos apresentar as nossas próximas ações para o ano de 2020”, ressaltou o FIJ A Edison Minakawa, árbitro olímpico em Londres 2012 e Rio 2016, e coordenador nacional de arbitragem da CBJ.

“Além desta ação inédita de reunir todos os dirigentes ligados à arbitragem nacional, temos que lembrar que o nosso país tem dimensões continentais. Portanto, esperamos que este encontro seja o primeiro de muitos outros, onde poderemos discutir e conversar sobre os futuros passos da nossa arbitragem brasileira”, projetou.

O evento contou com homenagens, palestras, debates e ainda um momento de confraternização para reconhecer o trabalho daqueles que prezam pelo bom cumprimento das regras do judô, da disciplina, da ética e cujas vitórias no shiai-jo são medidas pelos princípios da justiça e da isenção. O presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, esteve presente para a cerimônia de abertura.

O judô brasileiro permanece de olhos voltados para a cidade, onde no fim de semana será realizado o Campeonato Brasileiro Sênior.

judorio.org
Federação de Judô do Estado do Rio de Janeiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias