Basquete

Brasileiras apostam em seleção forte na disputa do Campeonato Mundial

135.V

Wagner Carmo/Inovafoto/CBB
Das 12 atletas que defenderão o Brasil, nove são estreantes na competição

Das 12 atletas que defenderão o Brasil, nove são estreantes na competição

Brasileiras apostam em seleção forte na disputa do Campeonato Mundial feminino de basquete

A nove dias da estreia no 17º Campeonato Mundial da Turquia, a seleção brasileira feminina de basquete realizou nesta quinta-feira seu último treino em São José dos Campos, São Paulo. Das 12 atletas que defenderão o Brasil, nove disputarão um Mundial adulto pela primeira vez. Já as experientes Adrianinha Moisés e Érika de Souza se preparam para sua quarta participação.

"Tenho aprendido muito com essas jogadoras mais jovens, mas também procuro sempre passar as coisas positivas que aprendi em todos esses anos que estive fora, seja nos Estados Unidos ou na Europa. Quero ajudar as meninas a desfrutar essa importante fase da carreira delas. Sei do potencial delas e vejo a crescente de cada uma a cada treino. O importante é que o grupo está bastante unido e quer surpreender na Turquia", disse Érika, que defende o Atlanta Dream desde 2008.

A pivô Clarissa, que disputou competições importantes pela seleção brasileira, como os Jogos Olímpicos Londres 2012, falou sobre sua expectativa para o primeiro Mundial.

"O grupo que caímos está com um nível muito alto e teremos jogos duros contra Espanha e República Tcheca, mas não há como esperar adversários fáceis em um Mundial. Vamos mostrar com maestria o nosso trabalho e buscar uma vitória de cada vez. Acredito que essa seja a receita e ir crescendo dentro da competição. Será um grande aprendizado e uma experiência sem tamanho para mim e para a maioria das meninas bem jovens que também fazem a estreia no Mundial", explicou a atleta, de 26 anos.

O Brasil está no grupo A do Mundial, com sede em Ancara, e terá como adversários na primeira fase República Tcheca, Espanha e Japão. Nas oitavas de final, o Brasil poderá enfrentar um dos três primeiros colocados na chave B: Canadá, França, Moçambique ou Turquia. O grupo C é formado por Austrália, Cuba, Bielorrússia e Coreia do Sul. E no D estão Angola, China, Estados Unidos e Sérvia.

timebrasil.cob.org.br
COB

Mais...

Buscas

Todas as notícias

Publicidade
  • Judocam 300x250 - Pai, invista...
  • Aulas
  • Cefec - Centro de Formação Educacional de Campos
  • PARA ABENÇOAR

Outras notícias...