Data Comemorativa

Vamos comemorar! Hoje é dia Nacional do Imigrante Italiano e dia Internacional da Língua Materna

185.V

Senado Federal

Dia Nacional do Imigrante Italiano

O Dia Nacional do Imigrante Italiano é celebrado anualmente em 21 de fevereiro.

O Brasil é o maior país com raízes italianas em todo o mundo. Pela importância que a comunidade italiana representa para a construção do Brasil, esta data tem o objetivo de homenagear os descendentes dos imigrantes italianos.

A lei nº 11.687, de 2 de junho de 2008, instituiu oficialmente o Dia Nacional do Imigrante Italiano no calendário de todo o território brasileiro.

A escolha do dia 21 de fevereiro é uma homenagem à expedição de Pietro Tabacchi ao Espírito Santo, em 1874. Este evento ficou marcado como o inicio do processo de migração em massa dos italianos para o Brasil.

Com a crise que se instalou na Itália durante meados do século XIX e XX, muitos camponeses italianos aceitaram os pedidos do governo brasileiro para trabalharem nas lavouras do país, principalmente nas regiões sudeste e sul.

De acordo com dados do Consulado da Itália no Brasil, estima-se que atualmente existam aproximadamente 25 milhões de descendentes de italianos vivendo em terras brasileiras.

Dia Internacional da Língua Materna

O Dia Internacional da Língua Materna é celebrado anualmente em 21 de fevereiro em todo o planeta.

Criada pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, em 17 de novembro de 1999, o Dia Internacional da Língua Materna tem o objetivo de promover a diversidade linguística e cultura entre as diferentes nações.

Além disso, esta data também convida a todos os países membros da UNESCO e suas matrizes a refletirem sobre a preservação das particularidades linguísticas e culturais de cada sociedade.

Origem do Dia Internacional da Língua Materna
A ideia para proclamar um dia dedicado à língua materna surgiu a partir do Dia do Movimento da Língua, criado em 1952 e celebrado desde então em Bangladesh.

Um grupo de estudantes organizaram uma campanha para incluir o bengalês como uma das línguas oficiais do Paquistão, em 21 de fevereiro de 1952. No entanto, acabaram sendo todos assassinados por forças policiais, que atearam fogo em seus corpos.

Este movimento em prol da inclusão do bengalês começou quando Muhammad Ali Jinnah, general paquistanês, declarou que o idioma Urdu passaria a valer como língua oficial tanto no Paquistão do Oeste, como no Leste (local que tinha como língua principal o bengali).

www.calendarr.com
Calendarr

Mais...

Buscas

Todas as notícias