Vôlei de praia

Brasil tem quatro times nas oitavas da etapa de Itapema (SC) do Circuito Mundial de vôlei de praia

190.V

2019 FIVB
Bruno/Evandro, Ana Patrícia/Rebecca, Ágatha/Duda e Carol/Maria Elisa conquistam dois triunfos no primeiro dia da competição

Bruno/Evandro, Ana Patrícia/Rebecca, Ágatha/Duda e Carol/Maria Elisa conquistam dois triunfos no primeiro dia da competição

O público compareceu e o Brasil começou com bons resultados a etapa de Itapema (SC) do Circuito Mundial de vôlei de praia 2019, principal competição internacional da modalidade no país nessa temporada. No naipe feminino, sete duplas entraram em quadra nesta quinta-feira (16.05), com três saindo em primeiro dos seus grupos e indo às oitavas de final, e uma ficando com um segundo lugar, avançando para a repescagem do torneio. Na chave masculina o Brasil contou com seis duplas que conseguiram quatro vitórias em nove jogos disputados na fase de grupos. Com este resultado três duplas garantiram vaga fase eliminatória. A entrada na arena montada na Avenida Nereu Ramos é gratuita e os jogos seguem até domingo (19.05).

Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Ágatha/Duda (PR/SE) e Carol Solberg/Maria Elisa (RJ) venceram dois jogos seguidos e ficaram em primeiro das suas chaves. Elas só voltam a jogar na tarde desta sexta-feira (17.05), contra adversárias que ainda serão definidas após a repescagem e sorteio. Já Talita e Taiana (AL/CE), que venceram na estreia, mas perderam a segunda partida, disputarão a repescagem nesta sexta-feira, também com adversárias a definir.

Outras três duplas fizeram apenas um jogo nesta quinta, largando com derrota. Casos de Fernanda Berti/Bárbara (RJ), Juliana/Josi (CE/SC), e Tainá/Victoria (SE/MS). Todas precisam vencer nesta sexta-feira ainda pela fase de grupos para avançarem em terceiro lugar de suas chaves, garantindo vaga na repescagem e permanência no torneio.

Campeãs em Itapema em 2018, as defensoras do título Ágatha e Duda superaram na primeira rodada as argentinas Gallay e Pereyra por 2 sets a 0 (21/17, 21/14), em 31 minutos. Na segunda rodada do grupo A, triunfo sobre as alemãs Bieneck/Schneider por 2 sets 18/21, 21/16, 16/14, em 49 minutos. Duda comentou a energia recebida das arquibancadas.

“É muito bom atuar aqui em Itapema, quando estamos jogando no Brasil, a gente sente essa energia e as coisas boas chegando até nós. Nos últimos dois anos nós vencemos a etapa brasileira do tour, sentimos demais esse carinho, vibramos muito. E essa torcida é diferente. Lotando todos os jogos, respeitando os atletas estrangeiros, são um terceiro jogador em quadra”, disse a defensora sergipana, eleita melhor jogadora do tour em 2018.

O melhor desempenho verde e amarelo entre os homens nesta quinta-feira ficou por conta de Evandro e Bruno Schmidt (RJ/DF). No primeiro jogo da dupla pelo grupo F, Evandro e Bruno levaram a melhor sobre Saxton/O’Gorman (CAN) por 2 sets a 0 (21/19 e 21/12). Na segunda rodada eles enfrentaram os mexicanos Juan Virgen e Rodolfo Ontiveros, e venceram novamente em dois sets (21/15 e 21/9). Campeão em Itapema nos dois últimos eventos realizados na cidade catarinense, Evandro avaliou o resultado do primeiro dia.

“A gente ainda precisa de um pouco mais de tempo para ajustar nosso entrosamento, então estamos indo mais na vontade, na dedicação dos dois. Eu estou escutando muito mais o Bruno, a minha comissão técnica. Tivemos dois resultados ruins no Circuito Mundial, mas pelo que vínhamos apresentando juntos não merecíamos isso. Mas o nível do Circuito é altíssimo. No jogo contra os mexicanos o meu saque funcionou muito bem, um fundamento que domino melhor. Conseguimos anular a jogada pela entrada deles, o que foi suficiente para conseguirmos a vitória e sair em primeiro no grupo”, comentou Evandro.

Com uma vitória em dois jogos Alison/Álvaro Filho (ES/PB) e Guto/Saymon (RJ/MS) passaram da fase de grupos, mas estão na repescagem. Alison e Álvaro passaram por Slick/Allen (EUA) por 2 sets a 1 (12/21, 21/15 e 15/12), mas depois foram superados por Brouwer/Meeuwsen (HOL) por 2 sets a 0 (17/21 e 16/21). Guto e Saymon venceram Perusic/Schweiner (RTC) por 2 sets a 1 (21/18, 17/21 e 15/8). No entanto, na segunda rodada, eles sofreram revés para Bryl/Fijalek (POL) por 2 sets a 0 (13/21 e 20/22).

As demais duplas brasileiras não conseguiram vencer na primeira rodada e jogarão a repescagem na manhã desta sexta-feira (17.05). André/George (ES/PB) foi superado por Rob Seidl/Waller (AUT) por 2 sets a 0 (28/30 e 18/21), e agora enfrentam Azaad/Capogrosso (ARG). Thiago e Oscar (RJ/SC) sofreram o revés para Losiak/Kantor (POL) por 2 sets a 0 (8/21 e 17/21), e na próxima rodada jogam com Doherty/Hyden (EUA). Pedro Solberg/Vítor Felipe (RJ/PB) não passaram por Beeler/Krattiger (SUI), os suíços venceram por 2 sets a 0 (17/21 e 15/21). O próximo compromisso da dupla será com os primos chilenos Marco e Esteban Grimalti.

As etapas do Circuito Mundial são classificadas de uma a cinco estrelas desde 2017, variando assim o valor da premiação e o total de pontos distribuídos. Itapema (SC) receberá um evento de quatro estrelas, com distribuição de cerca de R$ 1,2 milhão em prêmios para todos os times em disputa, sendo cerca de R$ 80 mil para a dupla campeã de cada naipe. A competição também dará 800 pontos aos campeões em cada naipe.

www.cob.org.br
Comitê Olímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias